F. (92) 8237-5533

Choose your language

Vale a pena avaliar o serviço de segurança apenas pelo preço


2015-08-18 16:58:23

Vale a pena avaliar o serviço de segurança apenas pelo preço?

Quanto vale a segurança de nossos familiares, funcionários,  e tudo o que consideramos importante?  Essa é uma questão que deve ser levada a serio, em contrapartida devemos ser economicamente responsáveis e conseguir conciliar o melhor serviço com o melhor custo.

Segundo matéria publicada no site da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança – Abseg -  a população de São Paulo, bem como outros estados, vem enfrentando diversas modalidades de crimes desde assaltos a lugares antes considerados seguros como shoppings de luxo, e mesmo os populares, arrastões relâmpagos a bares e restaurantes, até explosões a caixas eletrônicos, ainda segunda a Abseg,  os criminosos migram de modalidade de crime o que dificulta o trabalho policial e leva medo a população.

Um dos crimes que vem se tornando cada vez mais praticado  voltou a ser os arrastões em Condomínios de luxo, em regiões nobres  da cidade,  assaltantes utilizam todo tipo de artimanha para realizar esse tipo de crime, desde a tentativa de  entrar no condomínio por violência utilizando armamento pesado como fuzis até mesmo  enganar profissionais mal treinados ou com pouca capitação.  De acordo com a Abseg, no final do ano, uma operação do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (DEIC) prendeu seis ladrões especializados em roubo de cargas, que migraram para a prática de arrastões a Condomínios. O grupo empregava nos assaltos o mesmo tipo de armamento pesado que utilizavam no roubo de cargas, como fuzis calibre 223 e pistolas 9 mm.

Diante desse cenário os condomínios voltaram a se preocupar e a investir em equipamentos de segurança e em equipes de segurança e portaria especializados.  Especialistas em segurança ressaltam que o investimento em segurança e a atenção a esse item tão importante para  todos do condomínio seja ele residencial ou empresarial, não deve ser algo apenas pontual ou sazonal, o treinamento e aprimoramento constante asseguram um serviço de qualidade e confiabilidade cada vez maiores. 

A segurança precisa ser tratada de forma preventiva.

Um dos grandes desafios dos condomínios é conciliar o investimento em segurança com as outras despesas já existentes. Assim como uma empresa privada, os condomínios têm um orçamento anual definido e apertado. O aumento de verbas e a inclusão de novos rateios são processos difíceis de serem aprovados. Muitas vezes são demorados e desgastantes.

Quando os condomínios decidem investir em segurança privada, mas encontram limitações orçamentárias, ao invés de iniciar um debate aberto e propor um rateio para plena implantação do sistema, geralmente a saída encontrada é a menos aconselhável, ou seja, a escolha do projeto vencedor passa a ter como critério principal o preço.

Ao escolher esse único caminho de avaliação são cometidos erros primários como: instalar equipamentos inadequados, não consultar uma empresa especializada e certificada, contratar equipe sem experiência e qualidade. Corre-se o risco do barato sair muito mais caro.

Com a equipe de mão de obra, a situação também requer uma analise detalhada. Existe uma grande diferença entre os serviços prestados por Porteiros, sejam eles orgânicos (do próprio Condomínio) ou de empresas especializadas (Terceirizadas), com os serviços prestados por Vigilantes, profissionais qualificados e autorizados a trabalhar pela Polícia Federal, que incluem a possibilidade de efetuar rondas internas, revistas e até o uso de armas de fogo. Assim como as suas atribuições, a remuneração e o custo de prestação de serviços entre Porteiros e Vigilantes também é bastante diferente.

Da mesma forma como os criminosos analisam a modalidade de crime mais vantajosa do momento, eles estudam as oportunidades e vulnerabilidades dos Condomínios. Via de regra, optam pelos empreendimentos com menor nível de proteção, que dispõe de poucas barreiras de segurança e que contam com pessoal destreinado e desabilitado a impedir uma ação criminosa.

É obvio que o preço é importante em qualquer projeto de segurança, e que os recursos tecnológicos e humanos devem ser otimizados para um perfeito equilíbrio custo X benefício. Na hora de analisar os projetos de segurança que estão sendo propostos para o condomínio, Síndicos, conselheiros e moradores devem promover um debate franco a respeito dos riscos encontrados e dos recursos que serão necessários para minimiza-los. O grande perigo é quando o valor do sistema de segurança passa de uma parte importante do todo, para ser o fator determinante do projeto vencedor.

Os projetos conduzidos pela FAM passam por criteriosa analise de risco, são elaborados por profissionais devidamente capacitados e que possuem experiência internacional solidificada por anos de atuação em diversos setores, ao implantar um projeto nossos analistas adequam a melhor mão de obra para o projeto, realizamos um rigoroso processo de seleção e treinamento de nossos agentes, conheça nossos serviços em terceirização de mão de obra, fale com um de nossos consultores. 




FAM INTENATIONAL - TODOS DIREITOS RESERVADOS